domingo, 15 de dezembro de 2013

Lutadora potiguar é a mais nova estrela do UFC


Se não bastasse os competidores de primeira linha no MMA, como Renan Barão, Patrício Pitbull, Patrcky Pitbull e Rony Marques, demonstrando que o RN é uma máquina de produzir campeões, a academia Pitbull Brothers  revelou agora a lutadora Bethe Correia, que no último final de semana fez a sua luta de estreia no UFC e conquistou sua sétima vitória consecutiva, sendo a primeira como uma profissional do octógono.

A primeira vitória foi inesquecível para Bethe, que enfrentou a americana Julye Kedzey, no Card da Austrália, marcando o início de sua carreira profissional. A vitória foi por maioria de votos: 2 a 1, mas teve um efeito motivador muito grande para representante potiguar.

“Essa americana treina desde os 3 anos. Ela, que decidiu anunciar a aposentadoria logo após sofrer a derrota, é uma das pioneiras do MMA feminino, tem uma experiência acumulada de 10 anos e sempre foi muito respeitada. Estou feliz porque consegui enfrentar a fera e vencer. Agora quero continuar me preparando para buscar o cinturão da minha categoria, que é a peso galo, até 61 Kg”, afirmou Bethe Correia.

Responsável pelo treinamento da atleta, o também lutador Patrício Pitbull ressaltou que a carreira de Bethe é bem meteórica. “Ela luta há dois anos e já conseguiu entrar no UFC. Até agora fez sete lutas e tem seis vitórias por pontos e uma por finalização. Tem uma força impressionante, bate muito forte e pode realmente sonhar com a conquista do cinturão. Acredito que mantendo esse ritmo, com mais três ou quatro lutas os organizadores a devem relacionar para disputar o titulo da categoria”, disse Pitbull.
ana silvaO boxe é uma das principais armas usadas por Bethe Correia na luta contra as suas adversáriasO boxe é uma das principais armas usadas por Bethe Correia na luta contra as suas adversárias

Bethe Correia é natural da Paraíba e chegou a Natal junto com o marido em 2011. Como começou a ganhar peso e não gostava de fazer exercícios em academias, optou pelo Kung-Fu para ajudar na tarefa de emagrecimento. “Comecei a treinar e com a desenvoltura que apresentava recebi incentivo para disputar torneios. As vitórias foram aparecendo e resolvi abraçar o esporte”, contou.

Patrício Pitbull foi o responsável direito pela iniciação de Bethe. Ele disse que viu a aluna treinando na academia de um amigo, gostou do estilo dela e a convidou para fazer parte do seu grupo. “Nós só fizemos aprimorar a parte técnica dela, que aliando força e técnica poderia se tornar umacampeã”, frisou.

Perto de subir no octógono para disputar o título da categoria peso-pena no MMA, Patrício Pitbull, está para inaugurar um centro de treinamento de alto rendimento em Natal. “A Academia   Pitbull Brothers foi feita por amigos que treinam há 13 anos juntos, é a única com representantes em todas as categorias do MMA e todos com chance de conquistar títulos mundiais. Com esse novo centro, ninguém vai precisar mais sair de Natal para se preparar na véspera de um combate”, destacou.


Tribuna do Norte
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

câmbio

Nossa Nova Fanpage

Sua Marca em destaque!


Posto Raíssa II - Sítio Novo

Image and video hosting by TinyPic

castelo zé dos montes


Bar espaço do forró


Art-Voz Studio

Image and video hosting by TinyPic

LBV.org/DigaSim

Image and video hosting by TinyPic

Anuncie no nosso site!

Twitter

sugira uma notícia

Nome

E-mail *

Mensagem *